• Renato Barjona Miranda De Miranda

Estudo da Nature mostra o Brasil com o pior índice de edentulismo do mundo


Prevalência do edentulismo em 50 países. Fonte: Nature

Em 50 países analisados, o país ficou bem atrás dos vizinhos Paraguai e Uruguai, atrás de todos os BRICS, países europeus, africanos e asiáticos. Os melhores resultados foram Bangladesh e Myanmar.(veja o artigo completo)


O edentulismo é definido como a perda de todos os elementos dentários e é um importante problema de saúde pública por sua alta prevalência.


Fatores socioeconômicos, níveis educacionais, estilo de vida (tabagismo e etilismo) e comportamento de saúde são os principais precursores para o edentulismo e suas principais causas são: doenças periodontais, cáries não tratadas; bruxismo, traumas e ausência congênita.



Edentulismo foi significativamente associado à depressão, má auto-avaliação de saúde e à uma queda da qualidade de vida.


O paciente edêntulo tem problemas nutricionais por inabilidade ao mastigar alimentos, alterações na fala, o que dificulta a comunicação interpessoal gerando efeitos psicológicos que afetam a autoconfiança e contribuem para diminuição da autoestima.



O tratamento é a reabilitação com prótese dentária total sendo que hoje o melhor tratamento é a Prótese Total Suportada por Implantes.



Referências


Tyrovolas, S. et al. Population prevalence of edentulism and its association with depression and self-rated health. Sci. Rep. 6, 37083; doi: 10.1038/srep37083 (2016).

ALBREKTSSON, T. et al. The long-term efficacy of currently used dental implants: A review and proposed criteria of success. Int J Oral Maxillofac Implants, United States, v.1, p. 11-25, 1986.

0 visualização

+5534991739286

©2019 by Meu Buco. Proudly created with Wix.com